Draw everywhere, and all the time. An artist is a sketchbook with a person attached.
Irwin Greenberg





2017-02-16

Exposições de Amadeu e de Almada






Enquanto cá esteve a minha amiga açoriana percorremos as belezas naturais da Ericeira e duma área grande a norte. Um dos dias viemos a Lisboa ver a exposição do Amadeu e do Almada. Como diria a Rita Caré, fiz uns "rabiscos" para memória futura.

Da exposição do Amadeu não gostei do espaço, demasiado acanhado para as visitas de estudo e para se ver os quadros com um mínimo de distanciamento.

Sobre a exposição do Almada - magnífica. Quer no salão principal, quer a da sala em baixo; aqui quase tudo me era desconhecido e foi um deslumbre.

2017-02-15

S. Martinho do Porto




Mais um desenho rápido de S. Martinho do Porto apenas com caneta. Do alto, no largo no qual nos deixa o elevador.

2017-02-09

2017-02-07

São Martinho do Porto

 
 


Mostrando a uma amiga açoriana as belezas naturais do Continente que ela ainda não conhecia.

Um dia de sol e de muito vento. Um sketch muito rápido feito com caneta.

2017-02-01





Ontem, com a chuva, não deu para ir até às Conchas, assim desenhei a partir da janela do meu quarto.

2017-01-31





Hoje recebi uma encomenda com prendas de Natal - "muito atrasada", foi o que escreveram. Venham sempre destas encomendas, atrasadas ou não.

Entre outras coisas vinha um livro sobre Henry Moore cujo trabalho eu venero. De tudo tenho gravado em mim a exposição que vi em Kew Gardens, o parque recheado delas; e a pietá que ele ofereceu pouco antes de morrer a Saint Paul's Cathedral.

Peguei nas canetas e fiz esta página como uma forma de agradecimento.

2017-01-30

Continuação das Vilas de Campo de Ourique





Mais duas das Vilas que desenhámos.

Esquerda - a Vila sem nome, terei de lá voltar pois ficaram algumas coisas a chamar por mim. É muito pacata.

Direita - O Pátio da Estalagem onde ficavam as lavadeiras de Caneças quando vinham trazer a roupa lavada e água a Lisboa. Ainda me lembro de as ver passar, creio que numa carripana com elas sentadas em cima das trouxas de roupa. Adorava quando a minha mãe me deixava comprar uma bilha pequenina com água de Caneças. Aquelas bilhas eram preciosas para mim.

 Esta Vila tinha uma serração. Tivemos uma senhora, já de uma certa idade, muito simpática e prestável, que nos contou a história daquele pátio.


Estas duas Vilas ficam na Rua de Campo de Ourique.

O que se esconde numa cidade é imenso; é de pensar se não andaremos a olhar pouco para ela. Eu ando, seguramente.

2017-01-29




Ontem fomos desenhar Campo de Ourique - as suas Vilas.

Sketch feito na Vila das Barracas a que sempre chamei a Vila Benitez porque o senhor vivia na casa em frente à nossa. Ambas faziam esquina da Infantaria 16 com a 4 de Infantaria.

Foi um momento único que me levou ao passado e às memórias do sítio onde nasci e onde vivi os meus primeiros dez anos.

2017-01-26

2017-01-25

2017-01-23

Quinta das Conchas



Hoje na manhã ensolarada e fria das Conchas.

2017-01-22






Urban Sketchers na Casa-Atelier Vieira da Silva

À semelhança do que acontece desde 2015, e também a decorrer durante o ano de 2016, os Urbansketchers juntam-se à Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, CASA-ATELIER, e desenham o FUTURO, junto ao Bairro das Amoreiras (ruas, monumentos históricos, Museu, comércio e moradores).

Esta iniciativa traduz-se numa OFICINA DE DESENHO EM DIÁRIO GRÁFICO, com periodicidade mensal e formação por um Urbansketcher convidado, de nacionalidad...e Portuguesa ou Internacional, de origem ou residentes em país Ibérico ou da América Latina, que irão partilhar com os cidadãos de Lisboa, entusiastas ou interessados pelo desenho neste tipo de suporte, a sua experiência pessoal e profissional, e em diversas actividades, ao longo de um fim-de-semana.

Ontem foi o primeiro workshop com a Karina Kuschnir.

2017-01-19





Ressalvo a palavra resaltam para ressaltam. Não emendei para não estragar a estética da página.

As canetas de aparo fizeram sempre as minhas delícias e tenho uma enorme colecção de aparos. Também não me admiro pois aprendi a escrever, na pré-primária no Jardim Escola João de Deus onde quase sempre usávamos canetas de aparo.